Os 6 principais erros na implantação de um ERP e como evitá-los

Implantação Protheus

Ao passo que o ERP é um sistema de suma importância dentro de uma empresa, por gerir as operações de ponta-a-ponta, uma implantação mal sucedida ou feita por quem não tem conhecimento aprofundado, pode determinar falhas e retrabalhos na operação, e uma grande dor de cabeça para toda a empresa.

A implantação de um ERP deve ser minuciosamente calculada e planejada para evitar erros que podem até não interferir imediatamente na migração, mas causar problemas para a empresa à longo prazo. Nós da QSdoBrasil, como uma consultoria Protheus especializada, destacamos abaixo quais são os erros mais comuns que encontramos em empresas que possuem o Protheus, para corrigirmos:

1. Falta de planejamento
O planejamento é absolutamente necessário para um projeto de ERP ser bem sucedido. Muitas organizações não planejam antes de começarem a avaliar sistemas, o que resulta em confusão no meio do caminho. Sem planejamento, é impossível compreender totalmente os processos da empresa e como eles evoluem, para maximizar os benefícios de negócio e ganhos em eficiência.

Para evitar esse erro, recomendamos que seja montada uma equipe com colaboradores de todas as áreas da empresa, para validar esse planejamento e comprovar sua efetividade. Ainda assim, é importante envolver uma consultoria especializada em ERP, que visualiza “de fora” os problemas nos processos e prevê os próximos passos.

2. Não selecionar um fornecedor adequado
É muito comum que no momento de fechar o negócio com um ERP, as equipes de marketing e vendas da empresa fornecedora passem uma imagem incrível do que está sendo adquirido e de que tudo correrá bem após a compra. Contudo, no momento da implantação todos são surpreendidos com um “problema” muito maior do que o esperado.

Nosso conselho é possuir, ao menos, 3 referências de consultorias especializadas em ERP para que você possa compará-las em termo de experiência técnica, cases de sucesso, capacitações, entre outros. Depois de selecionar a melhor consultoria, envolvê-la no processo desde o início.

3. Não compreender ou utilizar os principais recursos
Especialistas afirmam que menos da metade das empresas que possuem ERP’s robustos, como o Protheus, possui um claro entendimento sobre todos os recursos do sistema – o que é chocante se refletirmos sobre o tempo e o dinheiro gastos na aquisição e implantação.

Por isso é importante que a consultoria especializada escolhida para a implantação, integração ou desenvolvimento não apenas possua know-how técnico, como esteja aberta a estudar o negócio de seu cliente para alinhar suas particularidades com as maneiras de utilização mais eficientes do sistema.

4. Não possuir as pessoas certas na equipe desde o começo
Muitas vezes as empresas não envolvem as pessoas certas desde o início do processo de implantação do ERP. Uma implantação desse tipo é um dos maiores projetos de uma organização, portanto, se as partes interessadas não estiverem envolvidas em todos os aspectos das tomadas de decisão o processo pode descarrilhar.

É comum que as empresas preocupem-se mais em obter a aprovação dos diretores e executivos da empresa, ao invés de reunir os colaboradores-chave do sistema. Isto é, aqueles que irão utilizá-los com frequência no dia-a-dia precisam opinar também, como o pessoal do financeiro, operacional, manufatura, compras, estoque e, claro, a TI.

5. Não investir em treinamento e gestão de mudanças
A falta de formação adequada é uma das razões mais comuns pelas quais os projetos de ERP falham. Assegurar que os funcionários fiquem confortáveis com o novo sistema – que irá demandar a mudança de toda uma cultura de trabalho – aumenta substancialmente as chances de sucesso da implantação.

Além disso, é vital que os dados contidos nele sejam confiáveis. Logo, para que a implantação do seu ERP seja um sucesso, é importante que o ERP atenda aos parâmetros processuais desde o início.

6. Negligenciar manutenções preventivas
Empresas que não realizam manutenção preventiva, além de não estarem tirando proveito do seu investimento no ERP, ainda estão jogando dinheiro fora em manutenções corretivas e correndo riscos. Quando não passam pelas manutenções preventivas, os sistemas tornam-se obsoletos tecnicamente e, consequentemente, os processos de negócio se perdem.

Quando existe essa preocupação com as manutenções preventivas, é otimizada a vida útil do sistema e a empresa garante uma ótima experiência de uso, usufruindo sempre das atualizações do sistema e de processos de negócio ininterruptos.

Nós da QSdoBrasil somos uma consultoria especializada em Protheus, o que significa que estamos plenamente capacitados a atuar em todas as frentes de um projeto, seja ele de implantação, integração ou desenvolvimento. Por isso, se a sua empresa está considerando implantar o ERP Protheus, tendo dificuldades de operá-lo ou necessitando de um alinhamento maior às necessidades do negócio, não hesite em entrar em contato e descobrir o que podemos fazer por você e sua empresa!

Voltar ao blog